12 meses de Poe #04 ♥

Poe - Juliana Fiorese

Há qualquer coisa no amor altruísta e abnegado de uma
criatura bruta que cala fundo no coração de quem muitas
vezes já teve ocasião de experimentar a amizade mesquinha
e a fidelidade impalpável do mero Homem“.
[O Gato Preto]
[Contos de imaginação e mistério, p. 82]

Consegui ficar em dia com o projeto 12 meses de Poe, gente !!

Para quem ainda não sabe, o 12 meses de Poe foi criado pela Anna este aqui é o blog dela – e vale a pena conhecer e participar também ♥.

Eu só não estou seguindo os contos que ela escolheu porque eu tenho um livro de Edgar Allan Poepor enquanto – e resolvi seguir a ordem de contos que tem nele. Mas já fica aqui o meu eterno agradecimento para a Anna, por criar um projeto tão lindo e incentivar a leitura da obra do Poeeu estou adorando.

Continue Lendo

12 meses de Poe #03 ♥

Poe - Juliana Fiorese

Estamos decerto condenados a continuar flutuando no
limiar da eternidade, sem nunca dar esse derradeiro
mergulho no abismo“.
[Manuscrito encontrado numa garrafa]
[Contos de imaginação e mistério, p. 77]

Dando continuidade ao projeto 12 meses de Poe, criado pela Anna o blog dela é lindo, gente !! -, hoje vou falar sobre o terceiro conto de Poe que eu li este ano, o Manuscrito encontrado numa garrafa ♥ – com spoiler – !!

me apaixonei pela história simplesmente por ela acontecer em um navioamo histórias que acontecem no mar -, mesmo sendo um conto de horror ♥ !!

Continue Lendo

Harry Potter e a Câmara Secreta ♥

Harry Potter - Juliana Fiorese

São as nossas escolhas, Harry, que revelam o que realmente
somos, muito mais do que as nossas qualidades“.
[Harry Potter e a Câmara Secreta, p. 280]

E hoje vamos conversar sobre Harry Potter e a Câmara Secreta, segunda leitura para o projeto Lendo Harry Potter – criado pela Ju, do blog Nuvem Literária.

E não é que eu morri de chorar no final desse livro ?!

Continue Lendo

Lendo Guerra e Paz #2 ♥

Guerra e Paz - Juliana Fiorese

Um passo além dessa linha, que lembra a linha que separa
os vivos dos mortos, representa o desconhecido, o sofrimento
e a morte. E o que existe lá? Quem está lá? Além daquele campo,
e da árvore, e do telhado iluminado pelo sol? Ninguém sabe,
e querem saber; dá medo cruzar a linha, e também dá vontade de
cruza-la; mas sei que, mais cedo ou mais tarde, vai ser preciso
cruza-la e conhecer o que está lá, do outro lado da linha, assim
como é inevitável, um dia, saber o que está do outro lado da morte“.
[Guerra e Paz, p. 304]

Chegamos então à segunda semana de leitura de Guerra e Paz !! E que livro incrível ♥ !!

Hoje eu vou compartilhar aqui no blog a minha experiência de leitura da página 286 à página 564, dando continuidade assim ao meu diário de leitura de Guerra e Paz.

Como esses posts tratam de anotações e observações feitas ao longo da minha leitura, e como é um diário, fica muito difícil não contar spoilers, gente. =~ Então, já fica avisado, não é mesmo ♥ ?!

Continue Lendo