Eu, Robô ♥

Eu, Robô - Juliana Fiorese

(…) Eu gosto de robôs. Gosto deles bem mais do que de seres humanos. Se fosse
possível criar um robô capaz de se tornar um administrador executivo civil, acho
que ele seria o melhor administrador possível. De acordo com as Leis da Robótica,
ele seria incapaz de ferir os humanos, incapaz de cometer atos de tirania,
corrupção, estupidez ou preconceito“.
[Eu, Robô, p. 266]

Me surpreendo eu, uma pessoa aficcionada por histórias de robôs, não ter tido muito – quase nenhum – contato com os livros sobre robôs. Com excessão de O exterminador do futuroO guia do mochileiro das galáxias, acho que esse foi o único livro que trata de robôs que eu li !!

Eu, Robô - Juliana Fiorese

ISBN: 978-85-7657-200-8 | ALEPH | 320 páginas | 20,8 x 13,5 x 1,8 cm | 2014

Mas nunca é tarde para mudar isso, não é mesmo ?!

E acredito que comecei da melhor forma possível com Eu, Robô, de Isaac Asimov, publicado pela editora Aleph.

Eu, Robô - Juliana Fiorese

Eu, Robô - Juliana Fiorese

Título - Juliana Fiorese

Essa obra incrível nos apresenta os primeiros textos de Isaac Asimov, escritos entre os anos de 1940 e 1950 e publicados, na época, em revistas de ficção científica.

Eu, Robô é uma coletânea excepcional com nove contos sobre a história e sobre a evolução cronológica dos robôs dentro da sociedade humana.

Eu, Robô - Juliana Fiorese

Apesar de serem contos independentes, os mesmos estão sutilmente interligados por uma personagem em comum: Susan Calvin, psicóloga roboticista especializada em cérebros positrônicos, e a poderosa empresa na qual ela trabalhou durante toda a sua vida: U. S. Robots and Mechanical Men, Inc..

Eu, Robô - Juliana Fiorese

No ano de sua aposentadoria, aos 75 anos de idade, Calvin finalmente concede uma entrevista e é através dela que ficamos conhecendo os avanços da robótica e as consequências e impactos sociais que eles trouxeram à humanidade no intervalo entre os anos de 1996 e 2052.

Eu, Robô - Juliana Fiorese

Somos levados à minerações em Mercúrio, à estações espaciais, à asteróides e à viagens interestelares e apresentados às Três Leis da Robótica, acompanhados sempre de personagens únicos como Powell e Donovanespecialistas de campo -, Alfred Lanningdiretor de pesquisa – e da própria Susan Calvin.

1. Um robô não pode ferir um ser humano ou, por
omissão, permitir que um ser humano sofra algum mal;

2. Um robô deve obedecer às ordens dadas por seres
humanos, exceto quando essas ordens entrarem em
conflito com a Primeira Lei;

3. Um robô deve proteger sua própria existência desde
que tal proteção não entre em conflito com a Primeira e
Segunda Lei.

[Três Leis da Robótica, apresentadas por Asimov em Eu, Robô]

Eu, Robô - Juliana Fiorese

Eu, Robô - Juliana Fiorese

Ao lado de robôs extremamente sensíveis, ficamos conhecendo histórias que prendem a atenção do leitor oferecendo uma dose maravilhosa de suspense e situações de risco até os últimos momentos com resoluções e revelações surpreendentemente inteligentes, tornando essas aventuras inesquecíveis.

Eu, Robô - Juliana Fiorese

Nos contos de Asimov, os robôs são humanizados e fica até difícil não apegar-se a alguns personagens como o doce Robbie (no conto Robbie) que, apesar de não falar, é um ótimo companheiro / babá e adora contos de fadas, especialmente Cinderela

Ou de Herbie (no conto Mentiroso!), um robô que consegue ler mentes e que só estava preocupado em proteger os humanos de qualquer sofrimento ♥.

Eu, Robô - Juliana Fiorese

Fica difícil também não darmos algumas risadas com os – por que não, atrapalhados (?)Speedy (no conto Andando em círculos) – já viu um robô gostar de ópera? Speedy é desses -, Cutie (no conto Razão) – onde já se viu um robô que lembra Descartes, questionador da própria existência, com um viés religioso? Aqui, neste conto – e Dave (no conto É preciso pegar o coelho) – um robô que… Dança?.

Ou ficarmos impressionados com os Nestores (no conto Um robozinho sumido), com o Cérebro (no conto Evasão!) e com as Máquinas (no conto O conflito evitável).

Eu, Robô - Juliana Fiorese

E assim, com uma ficção científica apresentada de maneira espetacular através de textos marcantes, Isaac Asimov conquistou fácil o meu coração ♥ e a vontade que tive ao ler a última página desse livro foi de correr atrás das outras obras do autor, que devem ser igualmente cativantes e sensacionais.

Eu, Robô, com certeza, tornou-se uma das leituras mais divertidas e intensas do ano. Eu recomendo demais !!

Eu, Robô - Juliana Fiorese

Título - Juliana Fiorese

O texto é de fácil compreensão e escrito de maneira primorosa pois, apesar de tratar-se de ficção científica não nos enche de termos e expressões específicas, cativando-nos de maneira rápida.

Eu acho essa capa linda !! Ela traz a imagem de um robô que, na minha opinião, representa o primeiro robô do livro, Robbie e, como plano de fundo, as cores prateado (no título, no nome do autor e no logo da editora) e branco no background, representando fielmente o avanço tecnológico. E, por sua vez, juntos, esses elementos nos mostram claramente, a meu ver, a transição e o avanço da robótica contida ao longo dos nove contos de Asimov.

A capa é em Cartão Supremo 250g/m2 e traz orelhas com mais da metade do tamanho da capa ♥, onde encontramos uma sinopse do livro e uma mini biografia de Isaac Asimov.

Ah !! A parte de trás da capa é toda prateada !! Maravilhosa !!

Eu, Robô - Juliana Fiorese

Eu, Robô - Juliana Fiorese

A folha de guarda tem o título do livro, a folha de rosto tem a imagem do robozinho da capa e, na próxima página, temos o título do livro, o nome do autor, o logo da editora e algumas informações de impressão e tradução. Em seguida temos a ficha catalográfica, a dedicatória e o sumário.

Eu, Robô - Juliana Fiorese

Eu, Robô - Juliana Fiorese

Eu, Robô - Juliana Fiorese

Eu, Robô - Juliana Fiorese

Eu, Robô - Juliana Fiorese

Eu, Robô - Juliana Fiorese

Depois, temos uma pequena introdução e, assim, chegamos finalmente ao primeiro conto.

Eu, Robô - Juliana Fiorese

O início de cada conto é representado através de uma página completamente preta com o título escrito em branco. Cada conto traz a sua respectiva numeração, de acordo com o sumário.

Eu, Robô - Juliana Fiorese

Eu, Robô - Juliana Fiorese

A diagramação do texto é ótima, a margem é grande, o tamanho da fonte é confortável, assim como o espaçamento entre as linhas.

Ah !! Também somos agraciados com as notas de rodapé ♥ !!

Eu achei a experiência de leitura ótima.

Na última parte do livro, A história por trás dos romances de robôs, temos um texto escrito pelo próprio Isaac Asimov contando-nos toda a sua experiência com textos de ficção científica. Um amor só ♥ ♥ ♥ !!

Eu, Robô - Juliana Fiorese

Eu, Robô - Juliana Fiorese

Eu, Robô - Juliana Fiorese

Acho que não tem como não se apaixonar pelas histórias de Eu, Robô, gente… Sério. Recomendo demais !!

Juliana Fiorese - Títulos

Apesar do filme Eu, Robô não ser a representação exata do livro, ele tem como base um dos contos de Asimov: Um robozinho sumido.

Os robôs do conto de Isaac são os Nestores NS-2, já os do filme são Nestores NS-5; é como se fossem robôs mais avançados da linha do conto.

Além disso, vamos ter alguns personagens dos contos, como Susan Calvin e Lanning. Eu gostei muito do filme, e indico demais !!

Eu, Robô - Juliana Fiorese
Fonte: HD Wallpaper

Título - Juliana Fiorese

Já que as obras de Asimov serviram de referência para muitos e muitos filmes, eu não poderia deixar de compartilhar com vocês alguns dos meus robozinhos preferidos do cinema:

1 – O robô  principal de Gigantes de Aço – esqueci o nome dele -:

Eu, Robô - Juliana Fiorese
Fonte: Cine Loucura

2 – Baymax, em Operação Big Hero:

Eu, Robô - Juliana Fiorese
Fonte: Disney Wikia

3 – Bumblebee, em Transformers:

Eu, Robô - Juliana Fiorese
Fonte: Poltrona Nerd

4 – C3PO, em Star Wars:

Eu, Robô - Juliana Fiorese
Fonte: Br Star Wars

5 – Chappie ♥ ♥ ♥ !!

Eu, Robô - Juliana Fiorese
Fonte: HD Wallpapers

Vocês já assistiram esses filmes? Quais são os robôs preferidos de vocês?

Título - Juliana Fiorese

Eu, Robô - Juliana Fiorese

Eu, Robô - Juliana Fiorese

Eu, Robô - Juliana Fiorese

Eu, Robô - Juliana Fiorese

Eu, Robô - Juliana Fiorese

Eu, Robô - Juliana Fiorese

Para finalizar o post de hoje, vou deixar o link para, quem quiser, baixar um marcador de páginas com uma ilustração de robô que fiz especialmente em homenagens às histórias de robôs. Para fazer o download, é só clicar na imagem logo abaixo:

Eu, Robô - Juliana Fiorese

Lembrando que os desenhos disponíveis aqui no blog são EXCLUSIVAMENTE para uso pessoal !!

Eu, Robô - Juliana Fiorese

Alguém aí já leu o livro? O que vocês acharam da leitura?
Quem não leu, ficou com vontade de conhecer os contos de Asimov?

Me contem aqui nos comentários. Eu adoraria conhecer a opinião de vocês ♥.

É isso, pessoal…
Muito obrigada por acompanharem até aqui ♥.
Espero que tenham gostado da resenha de hoje !!

Com carinho ♥, Juliana Fiorese.

Juliana Fiorese

0 comments

  1. Eu amo o filme Eu; Robô, mas não sabia que ele havia sido baseado em um livro (triste isso! ) e ainda por cima em uma história antiga. Fiquei bem empolgada para ler.
    Achei a ilustração do robô na capa super interessante, aumenta ainda mais a vontade de comprar o llivro. E o marcador de páginas, tão fofo! 🙂

    1. Lêêê, Bárbara !! Os contos do livro são maravilhosos !! Eu adorei !! <3 <3 <3 <3 <3 Não é a mesma história que tem no livro, mas o filme pega sutilmente alguns pontos de um dos contos, como eu falei. Eu também adorei o filme, já assisti duas vezes depois que li o livro !! ahahahah !! xD Beijoooos !! <3 <3 <3 <3 <3

  2. Oi, Ju!
    Eu amooo o Asimov! Minha primeira experiência com ele foi na série robôs, mas comecei pelos romances (que são sensacionais) Eu gostei MUITO de Eu, Robô, mas ainda prefiro os romances hehe Fui lendo a sua resenha e relembrando as histórias, os robôs <3 São contos muito interessantes e o Asimov tem esse poder de humanizar as máquinas, a gente se envolve muito!
    E MEUDEUS que marcador lindo, ficou caprichado demais!
    (ps. eu também gosto do filme, apesar da maioria das pessoas odiarem kkkk)
    beijão!

    1. Oii Duda !! Que honra ter você aqui no blog !! <3 <3 <3

      Aaah, eu estou louca para conhecer os romances de Asimov !! Eu adoro os seus vídeos sobre os livros de "A Fundação" !! Espero conseguir lê-los em breve. O meu primeiro contato com o autor foi com "Eu, Robô" e eu fiquei encantada com a maneira que ele conta as histórias. <3 <3 <3

      Obrigada demais !! Estou feliz em saber que gostou do marcador !! <3 <3 <3 <3 <3

      E, sim, eu adoro o filme !! ahahaha Já assisti duas vezes depois que li o livro e quero um Sonny pra mim !! <3 ahahaha

      Beijooooos !! <3

  3. eu sabia que tu ia amar esse livro. os contos são um amor, todos de uma perspectiva tão delicada que fica fácil pensar num mundo onde os robôs sejam rotina, né? o meu conto favorito foi um robôzinho sumido, seguido por Robbie. 💜 os robôs também são abordados em outros livros de Asimov, sempre com essa pegada humanista, sabe? curto demais!
    eu não gosto muito do filme, por outro lado, porque acho que ele é 100% ação e quase nada da reflexão que todas as histórias fazem a gente ter até hoje. tipo aquilo o que tu comentou no meu post da semana passada: as melhores histórias continuam sendo atuais. e com Asimov isso é sempre verdade. 😀

    me conta o que tu vai ler agora!
    beijo.

    1. Eu ameeeei esse livro, meeeesmo, Keka !! É um amor só !! <3 Pois éé, queria ter um robô na vida, ahaha !! Me apeguei a vários do livro… Robôs são muito legais !! Os meus contos favoritos também foram esses, acredita ?! E eu ainda acrescentaria o do Herbie de "Mentiroso!" ahaha !! Gostei demais dele, e fiquei com dó no final. =~ Eu quero muito ler outras histórias de Asimov (estou aceitando sugestões <3) !! <3 <3 <3

      Pois éé, o filme é mais ação mesmo… Deixei as reflexões para o livro. Eu adorei o filme !! ahahaha Gosto demais de filmes de ação também, e me apeguei demais a Sonny (o robozinho do filme). <3 Achei que a proposta do cinema foi outra mesmo. <3 <3 <3

      Aiiii, ainda não sei o que vou ler !! Mas assim que escolher um livro novo, eu conto !! <3 <3 <3 <3 <3

      Beijos !! E já estou esperando a tua próxima resenha !! <3

  4. Não sei lidar com essas ilustrações lindas das suas resenhas *-*
    E ainda tem marcador pra download, muito amor <3

    Eu li "Eu, robô" recentemente e não gostei tanto quanto achei que iria gostar, mas mesmo assim foi uma leitura bastante proveitosa. Na verdade acho que o problema é comigo e eu ando meio chata com as minhas leituras. Mas pretendo continuar lendo outras obras do Asimov (achei ele muito genial), principalmente a trilogia da "Fundação".

    Eu assisti ao filme há muitos anos e não lembro absolutamente nada, só lembro que eu tinha gostado. Mas acho que vou aproveitar para rever agora 🙂

    E eu amo o Baymax, queria tanto um pra mim <3

    Sei que já escrevi quase um livro aqui nos comentários, mas para finalizar: gostei muito da sua resenha!

    1. Oiii Juu !! Que bom que você está gostando dos desenhos das resenhas !! Obrigada mesmo !! Depois monta o marcador para você !! <3 Se postar alguma foto nas redes sociais, você me marca lá ? xD

      Aaaah, eu gostei tanto do livro !! Quando os contos acabaram fiquei com vontade que o livre tivesse mais !! Acredita ?! ahaha <3 <3 <3 Eu ficava muito tensa antes dos problemas serem resolvidos e, quando eram resolvidos, eu achava muito surpreendente !! <3 <3 <3 Aaaah !! Também quero ler essa trilogia dele, Ju, "Fundação"… Já vi um monte de gente falando que é ótima !!

      Revê o filme sim, eu gostei muito !! Me diverti demais com ele, e não deu outra: me apeguei ao robozinho principal (Sonny) !! =O ahahah

      Também queria um Baymax !! Aliás, queria todos esses que eu mostrei no post + os dos contos do Asimov. Queria todos !! ahahahaha xD

      Obrigada por acompanhar o blog e por comentar aqui também !! Beijos !! Beijos !! <3

Deixe uma resposta