Hellraiser – Renascido do inferno ♥

Hellraiser - Juliana Fiorese

Nenhum homem poderia experimentar a
profundidade de
 tal sentimento e permanecer
imutável
“. [Hellraiser, p. 16]

Então eu li Hellraiser.

Eu começo esse post com essa frase porque eu sou uma pessoa que tem tanto medo que, na maioria das vezes, dorme com uma luzinha acesa.

Mas desde que eu comecei a ver várias resenhas desse livro na internet, eu fiquei muito curiosa para conhecer a história. Vai entender, né ?!

Hellraiser - Juliana Fiorese

ISBN: 978-85-66636-69-7 | Darkside Books | 160 páginas | 21,4 x 14,4 x 1,6 cm | 2015

E foi assim que eu resolvi solicitar o livro e o recebi em parceria com a editora DarkSide Books – como contei nesse post aqui.

Hellraiser - Juliana Fiorese

O que posso falar é que eu simplesmente adorei a leitura e eu não consegui largar o livro antes de termina-lo; a escrita de Clive Barker é muito envolvente e me deixou curiosa para saber logo como a história terminaria !!

Hellraiser - Juliana Fiorese

E, se você ainda não leu esse clássico da literatura de terror por – assim como eu – achar que vai sofrer com medo, pode ficar tranquilinho. A leitura é bem sossegada. E, oh, eu nem precisei dormir com a luz acesa depois que eu li o livro ♥.

Hellraiser - Juliana Fiorese

Só preciso avisar que Hellraiser traz um monte de violência pesada, sadomasoquismo, traição, muito sangue, suspense e situações bem nojentas. Clive Barker descreve tão bem as coisas que você quase consegue sentir o cheiro de carne morta através das palavras – é impressionante, ahah.

(É importante ver a classificação da faixa etária do livro, tá, gente?)

Hellraiser - Juliana Fiorese

Título - Juliana Fiorese

Assim, Hellraiser vai nos contar a história de Frank, nosso protagonista que, não satisfeito com os prazeres advindos de relacionamentos vazios com diversas mulheres de vários lugares do mundo, encontra a caixa de Lemarchand que traz uma lenda que ao decifra-la

“a porta se abria para prazeres que apenas um punhado de humanos
sabia da existência e menos ainda tinha provado – prazeres que
redefiniriam os parâmetros da sensação, que o libertariam do círculo
maçante do desejo, sedução e desapontamento que, desde o final da
adolescência, o obstinava”. [p. 16]

Hellraiser - Juliana Fiorese

Com todo o ritual armado em seu quarto e depois de muito tentar, finalmente, Frank consegue abrir a desejada caixa que lhe proporcionaria prazeres mais profundos e inimagináveis.

Eis que assim, surgem os Cenobitas: criaturas com “cicatrizes que cobriam cada polegada dos corpos deles, a carne cosmeticamente perfurada, cortada e infibulada, coberta de cinzas” [p. 17] que transportam o responsável pela abertura da caixa de Lemarchand para uma dimensão paralela onde não há nenhum limite entre o prazer e a dor extrema.

Hellraiser - Juliana Fiorese

Mal chega à dimensão dos Cenobitas e Frank já percebe que nada seria como ele havia imaginado e aprende que, para os Cenobitas, o prazer está ligado exclusivamente à dor.

Todas as suas sensações e percepções – sonoras, visuais, sensitivas, etc. – chegam a um nível extremo de sensibilidade, iniciando assim toda a jornada de tortura pela qual iria passar ao longo de toda sua vida.

Hellraiser - Juliana Fiorese

Passado muito tempo do desaparecimento do irmão, Rory resolve ir morar com a sua esposa, Julia, na antiga casa de Frank.

Nesse meio tempo, de alguma maneira, Frank consegue aparecer para Julia e pedi-la que o ajude a escapar daquela situação. Frank precisaria de sangue humano para fortalecer-se cada vez mais e conseguir fugir dos Cenobitas.

Hellraiser - Juliana Fiorese

Vendo-se surpreendentemente apaixonada por FrankJulia não mede esforços para oferecer ao seu amado o que ele precisa, com o intuito de faze-lo ficar cada vez mais próximo dela.

E é justamente por esse viés que a história inteira vai se desenrolar.

Hellraiser - Juliana Fiorese

Título - Juliana Fiorese

A capa desse livro é maravilhosa !!

Tem um revestimento que simula couro e uma ilustração que simula a caixa de Lemarchand – tanto na capa quanto na quarta capa – ♥.

Além disso, também encontramos baixo relevo na parte preta e hot stamp dourado em todas as informações – da capa, da quarta capa e da lombada.

Hellraiser - Juliana Fiorese

A guarda do livro traz uma textura que me remeteu à textura das células do tecido humano… Não sei exatamente o que é, o que vocês acham? Se for isso representa bem a história, né ?!

E essa impressão em preto e branco ficou muito bonita !!

Hellraiser - Juliana Fiorese

O livro também tem uma fitinha preta de cetim que serve como marcador de páginas. E o tecido da costura das páginas é amarelinho, gente !! Que detalhe lindo ♥ !!

Hellraiser - Juliana Fiorese

A folha de rosto, como padrão DarkSide Books, é preta e traz o logo da editora, a caveirinha branca ♥.

Hellraiser - Juliana Fiorese

Logo depois, temos uma página linda só com o título do livro e outra página só com uma ilustração do Frank.

Hellraiser - Juliana Fiorese

Hellraiser - Juliana Fiorese

Então chegamos na ficha catalográfica, na dedicatória e na página que traz uma citação da poesia “Love’s Deity” de John Donne:

Eu desejo falar com o fantasma de um amor antigo
que tenha morrido antes do deus do Amor surgir”.

Hellraiser - Juliana Fiorese

Hellraiser - Juliana Fiorese

Hellraiser - Juliana Fiorese

O início de cada capítulo traz o título do livro, Hellraiser, e o nome do autor, Clive Barker, além da numeração.

Cada capítulo também é precedido por uma página preta com uma ilustração em branco.

A experiência de leitura é bem aconchegante devido à diagramação, a margem grande, o tamanho confortável da fonte, assim como o espaçamento entre as linhas ♥.

Hellraiser - Juliana Fiorese

Hellraiser - Juliana Fiorese

Hellraiser - Juliana Fiorese

Hellraiser - Juliana Fiorese

Hellraiser - Juliana Fiorese

A penúltima página traz uma mini biografia de Clive Barker e, por fim, a última página traz um cubo de Lemarchand e uma frase relacionada da história ♥.

Hellraiser - Juliana Fiorese

Hellraiser - Juliana Fiorese

Título - Juliana Fiorese

Hellraiser - Juliana Fiorese

Hellraiser - Juliana Fiorese

Bom, em relação ao filme, eu ainda não assisti e, por enquanto, não me sinto confortável para aventurar-me nessa história com as imagens cinematográficas. Mas… Quem sabe um dia eu reuna coragem suficiente, não é mesmo?

Hellraiser - Juliana Fiorese

Alguém aí já leu Hellraiser? O que achou?
Quem ficou com vontade de conhecer a história? 
Me contem aqui nos comentários, eu adoraria conhecer a opinião de vocês ♥ !!

Espero que tenham gostado da resenha de hoje.
Muito obrigada por acompanharem até aqui.

Com carinho ♥, Juliana Fiorese.

Juliana Fiorese

15 comments

  1. Oi, mais uma resenha muito boa. Adoro o seu blog. Tenho esse livro, com o título de O coração condenado. Gostei muito. Mas, quero ler com essa capa, que linda! Suas resenhas, deixam aquela vontade de ler na gente. Da Darkside, você leu também O Demonologista, e O menino que desenhava monstros? São muito bons.

  2. Faz um tempo que acompanho as suas resenhas e o seu trabalho pelo insta e não SEI EXPLICAR o porque de nunca ter deixado se quer um comentário </3
    Eu amo as suas resenhas, você consegue passar a história sem contar detalhes importantes até nas que você se empolga haha (Onde Cantam os Pássaros é um bom exemplo, já o tenho por sinal e me empolguei mais em começar graças a ti <3)
    E posso dizer o mesmo de Hellraiser, era uma história que eu já queria ver mas nunca vi e mal sabia eu que tinha livro dela, ainda mais pela DarkSide que possuem os livros mais lindos do mundo <333 iahsiaisaa
    parabéns pela resenha Ju! O livro ja ta na wishlist heh ah e pelos seu trabalho lindo também, apaixonada nas suas ilustras *-*
    Bjuuuu

    1. Oiii Larissa !! Estou tão feliz em saber que você tem acompanhado o meu trabalho por aqui e pelo instagram !! E mais feliz ainda em saber que você gosta do que venho publicando no blog !! São comentários como o seu que me inspiram em continuar !! Obrigada mesmo !! <3 <3 <3

      Que legal que te inserirei a ler Onde Cantam os Pássaros !! Foi uma das minhas leituras mais intensas desse ano. Eu adorei !! <3 Quando terminar de ler – mas lê bem tranquilinha, devagar e prestando atenção a todos os detalhezinhos -, me conta o que achou ?! Espero que você se divirta tanto quanto eu me diverti com o livro. <3

      Eu recomendo demais o livro Hellraiser !! Ainda mais que ele prende o leitor até a última página !! <3 <3 <3

      Obrigada por tudo e ótimas leituras !! Beijinhos !! <3 <3 <3

  3. Uia! Não conhecia essa história! Lógico que eu já tinha ouvido falar do filme e coisa e tal, mas tanto por ser terror antigo (provavelmente com uns efeitos especiais meio ~meh~) quanto pelo “vilão” parecer ter sido atacado por um acupunturista maluco, o filme não tinha me interessado muito. Agora que eu sei um pouquinho sobre a história em si… Bem, ainda não estou com vontade de ver o filme, mas o livro eu leria com certeza!

    1. Acupunturista maluco !! ahahahahahahaha !! <3 <3 <3 E eu achava que o próprio protagonista ficava com os preguinhos no rosto também… Mas nem é !! :O Eu passei o livro inteiro fazendo a imagem dele na trama, pfff, toda errada !! ahahahaha xD xD xD Eu sei que os Cenobitas usavam, mas achei que Frank ia precisar usar, pra segurar a pele dele, que fica toda morta e cortada kkkkkkk Mas oh, também nunca vi os filmes e amei o livro !! A leitura flui bem e é bem pequeno. 😀 Se for ler, depois me conta !! Beijinhos !! <3 <3 <3

  4. Oi, Ju! Amo os filmes e amei o livro!
    Mas aquela ilustração ali não é o Frank, é o Pinhead, que by the way eu jurava que apareceria mais na história mas acabou nem aparecendo. Quando decidir assistir aos filmes, conta o que achou!

    1. Oiii Barbara !! Eu nunca assisti os filmes =~ e acho que, por enquanto, vou continuar sem assistir… ahaha xD Aaaah !! Eu pensei que Frank ficava também com aqueles preguinhos no rosto !! Pensei que fosse ele. Depois eu vou corrigir no post então, obrigada pela informação !! Beijinhos !! <3 <3 <3

  5. Antigamente eu odiava terror, era muito medrosa, mas isso mudou e hoje em dia eu amo terror (tanto na literatura quanto no cinema)! Na maioria das vezes que vou assistir filme de terror fico rindo, por que vejo mais graça do que medo em si (apesar de levar muito susto) haha
    Nunca assisti Hellraiser e nem li, mas tenho muita curiosidade e essa edição está tão linda que é difícil não querer comprar <3 Li recentemente It A Coisa do Stephen King (já fiz a resenha) e amei demais, ou seja, me apaixonei mais ainda por terror.
    Adorei sua resenha (e suas fotos) e pretendo ler Hellraiser ano que vem. Beijos <3

    1. Oiii Rafa !! Comigo aconteceu o contrário, antes eu vivia assistindo filmes de horror, ahaha !! Não é que eu odeie hoje, é só medo mesmo… Fiquei medrosa demais, mas já estou mudando isso – bem aos pouquinhos. O que me dá mais medo nos filmes é a trilha sonora, sabe ? Me dá uma aflição sem limite; às vezes eu deixo no mudo, pra ficar com menos medo. ahaha xP

      Eu acabei de ler a sua resenha de It !! Adorei !! Eu ia comentar lá, mas não encontrei a caixa de comentários… =( Oh, estou querendo muito ler esse livro !! <3

      Ah !! O Hellraiser é maravilhoso !! Dá para ler em um dia porque, além de serem poucas páginas, a escrita do autor te prende no livro e não te deixa parar antes de ler a última página !! <3

      Beijinhos !!

Deixe uma resposta