Tubarão ♥

Tubarão - Juliana Fiorese
Fonte: MidOcean

Os tubarões têm tudo que um cientista sonha. São bonitos – Deus,
como são bonitos! São como uma máquina perfeita. São elegantes
como qualquer pássaro. São tão misteriosos quanto
 qualquer animal
na Terra. Ninguém sabe ao certo quanto tempo
 vivem ou a quais
impulsos – exceto a fome – respondem. Existem
 mais de duzentas e
cinquenta espécies de tubarões, e cada uma é
 diferente da outra.
Cientistas passam suas vidas tentando encontrar
 respostas sobre os
tubarões, e assim que encontram uma boa teoria,
 algo a derruba.“.
[Tubarão, p. 114]

Eu sempre fui fascinada pelo oceano e por todos os mistérios nele imersos; por isso, quase a minha vida inteira eu gostei muito de assistir aqueles documentários mostrando a vida no ambiente marítimo.

 

Tubarão - Juliana Fiorese

ISBN: 978-85-66636-37-6 | Darkside Books | 280 páginas | 20,6 x 14 x 1,8 cm | 2015

Mas foi só depois que eu li Moby Dick – e quero reler ainda esse ano -, que eu descobri uma paixão enorme e uma curiosidade avassaladora por histórias que acontecem no mar.

Tubarão estava na minha lista de livros por ler com essa temática e eu fiquei muito, muito, muito feliz quando recebi o livro em parceria com a editora DarkSide Books ♥ !!

Tubarão - Juliana Fiorese

Adquirindo o livro clicando nesse link aqui: Tubarão
você incentiva e ajuda o blog a crescer.

Título - Juliana Fiorese

Antes de iniciar a história de Tubarão, o livro apresenta uma introdução maravilhosa do próprio autor, Peter Benchley; e nós ficamos conhecendo todo o amor e fascinação que Peter, desde criança, sentia pelo mar e, principalmente, por tubarões.

Foi justamente esse sentimento que o levou às primeiras ideias de como seria o seu romance. O que mais me impressionou foi que “cada episódio descrito no livro aconteceu… não pelas razões que eu [Peter] coloquei, nem com os resultados que eu [Peter] havia imaginado“. [p. 13]

Tubarão - Juliana Fiorese

Benchley ainda conclui que depois de tanto conhecimento acumulado, diversas expedições, mergulhos e incontáveis encontros com tubarões de muitos tipos – isso aconteceu depois da publicação -, jamais escreveria um livro demonizando esses animais ♥.

Sua defesa é maravilhosa:

Eu jamais demonizaria um animal, especialmente um que é muito mais antigo e muito mais bem sucedido em seu habitat do que o homem foi ou um dia será, um animal que é vitalmente necessário para o equilíbrio da natureza no mar, e um animal que iremos – se não mudarmos nossos comportamentos destrutivos – extinguir da face da Terra“. [p. 13]

Tubarão - Juliana Fiorese

Eu ainda não assisti o filme – farei isso em breve -, mas Peter termina seu texto introdutório avisando que o livro – que deu origem ao filme -, diferente do filme, é repleto de romance e máfia.Título - Juliana Fiorese

Tubarão vai nos contar então a história de um fato excepcional que aconteceu no atraente balneário de verão de Amity.

O livro já começa tenso quando uma garota, Christine Watkins, resolve nadar no mar em plena madrugada. A descrição da aproximação desse peixe, tão silenciosa e lentamente, no escuro, é assustadora !! Eu realmente fiquei sem respirar e torcendo para a menina sair depressa dali.

E não para por aí; a cena do ataque também é descrita de maneira muito visual !! Às vezes ficamos até enjoados, só de ler e imaginar aquilo que está ali no texto. Tenso.

Tubarão - Juliana Fiorese

Depois começam a acontecer outros ataques do mesmo tubarão e aí surge um grande conflito entre os moradores da cidade.

Brody, o chefe de polícia, alega que o melhor a fazer é fechar as praias até que esse problema seja resolvido.

Tubarão - Juliana Fiorese

Mas isso causaria um grande prejuízo para Amity, que tem sua fonte de economia concentrada no verão e nos feriados e que garantem a sobrevivência da cidade durante todo o ano. Se fechassem as praias, seria o fim da pequena cidade. E aí entra outro personagem, defensor do não fechamento dessas praias, o prefeito Larry Vaughan.

Tubarão - Juliana Fiorese

Um terceiro ponto ainda é questionado quando aparece Matt Hopper, um ictiologista que vai estudar esse caso raríssimo e que será contra matar o animal.

Tubarão - Juliana Fiorese

Então, intercalando problemas internos da administração de Amity, problemas pessoais e ataques assustadores desse grande tubarão-branco que misteriosamente se instalou no litoral da cidade, vamos acompanhando as decisões de Brody, Larry Vaughan, Matt Hopper – e outros personagens que vão aparecendo na narrativa; Ellen, esposa de Brody; Leonard Hendricks, policial; e Harry Meadows, jornalista local – em prol da segurança local – ou não.

Tubarão - Juliana Fiorese

Vamos conhecer exatamente a máfia que existia por trás da economia de Amity e ainda vamos acompanhar um pequeno romance que vai acontecer no meio de toda essa confusão.

Tubarão - Juliana Fiorese

No final, ainda surge um outro personagem, o pescador Quint, que vai ser peça fundamental para o fechamento da história.

Eu não me surpreendi com o desfecho de Tubarão porque eu já li Moby Dick e eu tenho certeza que a história de Melville serviu de grande referência para Peter Benchley.

Tubarão - Juliana Fiorese

Mas nem por isso eu deixei de gostar um pouco que seja de Tubarão !! O livro é maravilhoso e é tenso do início ao fim. Recomendo e dei 5 estrelas para ele porque, além de todo o drama e tensão, nós também vamos aprender e teremos muito a refletir sobre tubarões e sobre comportamentos humanos; certamente, lerei esse livro novamente em algum outro momento da minha vida.

E, gente, acontece no mar, né ♥ ?!

Eu ficava torcendo para o tubarão aparecer de novo. Animal incrível e super inteligente !! Muito bom !!

Tubarão - Juliana Fiorese

Título - Juliana Fiorese

O livro tem duas versões: a Limited Edition, em capa dura e a Classic Edition, que é essa versão que eu tenho, em brochura. Nela, a capa tem verniz localizado apenas no título e isso se repete na lombada do livro também.

Tubarão - Juliana Fiorese

Mas, o que é mais legal nessa capa é a sua disposição !!

Quando abrimos o livro, ele parece ser como todos os outros, mas aí, a gente abre a lombada e descobre que ela se expande muito além, chegando até a quarta capa do livro !! Eu fiz algumas fotos para vocês entenderem melhor, porque eu não sei o nome desse tipo de dobra – se alguém souber, me conta nos comentários, por favor !! -:

Tubarão - Juliana Fiorese

Tubarão - Juliana Fiorese

Tubarão - Juliana Fiorese

Tubarão - Juliana Fiorese

Tubarão - Juliana Fiorese

Tubarão - Juliana Fiorese

Tubarão - Juliana Fiorese

Tubarão - Juliana Fiorese

Tubarão - Juliana Fiorese

É como se o livro tivesse duas capas e duas lombadas ♥ !!

Tubarão - Juliana Fiorese

Tubarão - Juliana Fiorese

Tubarão - Juliana Fiorese

Tubarão - Juliana Fiorese

Maravilhosa, não é ?! E além de tudo, esse filtro vermelho na foto das pessoas desesperadas na praia simulando o sangue causado pelos ataques do tubarão é sensacional ♥.

A folha de rosto é daquele jeitinho lindo de sempre: preta e traz o logo da DarkSide Books na cor branca ♥, na parte de dentro da capa tem a boca aberta de um tubarão ♥ e, logo em seguida, temos uma página dupla só com o título do livro.

Antes de chegarmos na ficha catalográfica, temos uma página com uma fotografia linda do oceano, e isso já vai nos mostrando um pouquinho o que nos aguarda pela frente ♥.

Assim, temos a ficha catalográfica e, em seguida, temos a dedicatória do autor.

Tubarão - Juliana Fiorese

Tubarão - Juliana Fiorese

Tubarão - Juliana Fiorese

Tubarão - Juliana Fiorese

Tubarão - Juliana Fiorese

Tubarão - Juliana Fiorese

Tubarão - Juliana Fiorese

Tubarão - Juliana Fiorese

Depois, somos apresentados à introdução de Peter Benchley, e aí sim, chegamos ao primeiro capítulo do livro.

O livro é dividido em três partes, e a divisão de cada parte é feita através de uma fotografia que nos mostra um tubarão – são três fotografias diferentes -.

O início de cada capítulo traz o nome do livro, o nome do autor e a sua respectiva numeração.

A experiência de leitura é bem aconchegante por conta da diagramação, da margem grande, do tamanho confortável da fonte, assim como do espaçamento entre as linhas e as páginas amarelinhas ♥.

Tubarão - Juliana Fiorese

Tubarão - Juliana Fiorese

Tubarão - Juliana Fiorese

Tubarão - Juliana Fiorese

Tubarão - Juliana Fiorese

As últimas páginas do livro trazem um autógrafo liiiindo do autor e a sua mini biografia; e, por fim, a última página traz uma frase relacionada à história ♥.

Tubarão - Juliana Fiorese

Tubarão - Juliana Fiorese

Tubarão - Juliana Fiorese

Dentro do livro veio um marcador de páginas maravilhoso que simula a barbatana de um tubarão, olha que legal, gente !!

Tubarão - Juliana Fiorese

Tubarão - Juliana Fiorese

Tubarão - Juliana Fiorese

A Darkside Books também me enviou uma bolsa de tubarão super divertida !!

Tubarão - Juliana Fiorese

Tubarão - Juliana Fiorese

Tubarão - Juliana Fiorese

Título - Juliana Fiorese

Engraçado – pensou -, que quando a gente vive a vida inteira num lugar quase nunca faz as coisas que os turistas vão lá fazer – como caminhar na praia ou nadar no mar“. [p. 36]

Quando tinha 12 ou 13 anos, minha ideia de diversão era levar um saco de dormir pra praia e passar a noite deitado na areia ouvindo as ondas, imaginando de onde elas vinham e as coisas fantásticas por onde elas passaram no caminho“. [p. 113]

O passado sempre parece melhor quando você se lembra dele, mais do que ele realmente foi na época. E o presente nunca parece tão bom quanto parecerá no futuro. É deprimente ficar muito tempo revivendo as velhas alegrias. Você acha que nunca terá algo tão bom novamente“. [p. 117]

Não sou bom de palpite. Acho que aquele peixe mede seis metros, então eu digo que eles crescem até seis metros. Se amanhã eu vir um de sete metros, eu digo que eles crescem até sete metros. Palpite é só uma tremenda bobagem“. [p. 229]

Tubarão - Juliana Fiorese

 

Tubarão - Juliana Fiorese

Tem uma fala de um dos personagens no livro Tubarão que me chamou a atenção e que me fez lembrar de um documentário que eu assisti esses dias sobre um grande e misterioso Tubarão Branco da África do Sul, conhecido como Submarino. Esse aqui é o trecho do livro:

Geralmente, as pessoas parecem aceitar nove metros como o tamanho máximo, mas este número é fantasioso. É como Quint diz. Se amanhã elas virem um de dezoito metros, elas vão aceitar dezoito metros. O que é incrível, que fascina a gente, é imaginar – e isso pode ser verdade – que existem grandes tubarões brancos bem no fundo do mar que medem trinta metros“. [p. 230]

E esse aqui é o documentário, para quem tiver interesse:

Sempre fico me questionando sobre os animais que existem lá no fundo do mar e que desconhecemos !! Devem ser incrivelmente assustadores !!

Tubarão - Juliana Fiorese
Fonte: Uol

Tubarão - Juliana Fiorese
Fonte: Pilgrim Studios

Tubarão - Juliana Fiorese
Fonte: Epoch Time

Tubarão - Juliana Fiorese

Vou aproveitar e deixar registrado aqui também um vídeo rapidinho mostrando um Tubarão Branco bem de perto:

Dá um medo, não é ?!

Agora, medo, medo – e aflição -, dá nesse vídeo aqui oh:

 

Tubarão - Juliana Fiorese

Tubarão - Juliana Fiorese

Adquirindo o livro clicando nesse link aqui: Tubarão
você incentiva e ajuda o blog a crescer.

É isso pessoal !!

Quem já leu o livro? O que achou dele? E quem já viu o filme ?! Me contem aqui nos comentários, eu adoraria conhecer a opinião de vocês ♥ !!

Espero que tenham gostado da resenha de hoje.
Muito obrigada por acompanharem até aqui.

Com carinho ♥,
Juliana Fiorese.

Lembrando que, comprando qualquer livro clicando aqui: Amazon
você ajuda o blog a crescer e incentiva cada vez mais a postagem de
novas resenhas como essa por aqui .

Juliana Fiorese

0 comments

    1. Oiii Giulia !! Feliz demais em saber que gostou da resenha, viu ?! Muito obrigada !! Eu estou fascinada por histórias que acontecem no mar, e com Tubarão não poderia ser diferente !! Já quero mais livros com esse universo encantador e misterioso !! A edição está linda, não é ?! <3 <3 <3 <3 Beijos !! <3 <3 <3 <3

Deixe uma resposta